15/12/2011

Lojas-conceito: templos do consumo

Uma visita aos exemplos mais legais (e recentes) em Berlim

Por Hermano Silva

Berlim, a cidade em constante mudança, nem sempre é considerada ou reconhecida como um centro de compras. Na verdade a região de Kurfürstendamm é um destino para o consumo há 125 anos (aniversário comemorado este ano), enquanto o distrito de Mitte passou por uma transformação radical após a reunificação da Alemanha e agora hospeda as marcas nacionais e internacionais mais conhecidas.

No ano de 2011 a cidade ganhou outra brisa fresca com a abertura de algumas concept stores (em tradução literal para o português, “lojas-conceito”). Mas o que é uma “concept store” afinal? O termo descreve uma loja que vende vários tipos produtos, sem dividi-los em diferentes seções ou categorias. O estabelecimento reflete mais a idéia de estilo de vida (ou conceito) em vez de especialização em um segmento específico, como vender exclusivamente roupas. Em outras palavras, o sucesso e o encanto de uma loja-conceito depende de uma boa curadoria de objetos.

Abaixo apresentamos uma seleção de três lojas charmosas que foram inauguradas em Berlim recentemente. Todos elas apresentam itens masculinos e femininos, mas acima de tudo possuem uma arquitetura interessantíssima.

 

OUKAN 71 – Kronenstrasse 71, 10117

Esta loja exista há apenas dois meses e está localizada na região de Friedrichstrasse – não muito longe da lojas de departamentos Galeries Lafayette e Quartier 206. O conceito de Oukan é ser uma zona de conforto, que é bem representado por um bar de chás e por uma atmosfera relaxante nos dois andares da loja.

Outro aspecto interessante é a seleção de roupas minimalistas de designers japoneses e internacionais. A loja com certeza não vai decepcionar aqueles que gostam de usar roupas pretas já que o leque é amplo e diversificado. A loja também vende livros, CDs, acessórios e objetos de arte.

Outras lojas para visitar na região: The Corner e Quartier 206.

 

HAPPY SHOP – Torstrasse 67, 10119

O conceito da loja é ser um lugar agradável para as pessoas que estão à procura de uma “moda feliz”. Isso significa não só roupas irreverentes de designers bem humorados, mas também preços justos. A idéia veio da proprietária, a estilista alemã Mischa Alexandra Woeste, e do diretor criativo Marck Christian Windekilde. Eles oferecem uma interessante mistura de marcas que vai de Bernhard Willhelm a TopShop, incluindo Meadham Kirchhoff e as bolsas incríveis de Piet Breinholm.

A loja fica na Torstrasse, uma das ruas mais interessantes do distrito de Mitte. Os arquitetos alemães Fingerle & Woeste conceberam a loja como um espaço flexível. Isso é evidente por exemplo, através das prateleiras, manequins e paredes que estão conectadas ao teto através de braços mecânicos. Isso permite que a loja seja transformada em vários ambientes diferentes a qualquer momento, podendo se transformar em uma galeria ou espaço para desfiles por exemplo.

Outras lojas para visitar na vizinhança: 14 OzN.74  e Mykita.

 

ANDREAS MURKUDIS – Potsdamer Strasse 81E, 10785

A loja fica num espaço impressionante de mil metros quadrados e com pé direito alto, nos antigos escritórios do jornal Tagesspiegel de Berlim. A arquitetura é minimalista, toda branca, como uma galeria de arte. Eles apresentam uma seleção exclusiva de design, produtos de beleza e de moda, como Celine, Maison Martin Margiela e Yohji Yamamoto. Mas a experiência especial vem do contato com iguarias inesperadas. Poderia ser os chocolates amargos Erich Hamann ou os crânios de porcelana Nyphenburg.

O propietário Murkudis tinha uma loja em Mitte anteriormente e se mudou para o local atual, em julho. O novo endereço na Potsdamer Strasse, na parte oeste de Berlim, não é o local mais óbvio para uma concept store, já que não existe boutique alguma ao redor. No entanto, o endereço tem tudo para se tornar valorizado entre os agentes imobiliários se considerarmos que várias galerias de arte estão se mudando para lá também. Murkudis está convencido do potencial da Potsdamer Strasse, garantindo um contrato de aluguel de 15 anos para sua loja, de acordo com uma entrevista para o site Hilker. (A gentrificação da cidade é um dos temas favoritos dos Berlinenses).

Outras lojas para visitar por perto: Reading Room

 

 

Leia mais sobre moda de Berlim aqui e também sobre uma concept store muito legal em Londres.

 

 

Créditos das imagens: © Oukan 71 Achim Hatzius; © Happy Shop Liam Scott Ward and Jacques & Brigitte; © Andreas Murkudis Mirko Zander/Colorstorm Digital.

  • http://www.shhh.fm jackson araujo

    adoramos fazer esse tour com vc em Berlin! bjs