18/01/2012

Sugestões para aficionados por fotografia

 

Berlim, Outono/Inverno 2012 – Na semana passada, antecipamos a exposição do fotógrafo Alasdair McLellan no 032C Workshop. A lista de sugestões para exposições que estão acontecendo simultaneamente a Berlin Fashion Week estaria incompleta sem algumas outras dicas. Se estiver na cidade vale a pena visitar:

 

- “Nudi”, de Paolo Roversi na galeria Camera Work
O fotógrafo de moda italiano está mostrando a bela série de nus desenvolvida ao longo dos últimos 25 anos com algumas das supermodelos mais importantes. Muito poucos fotógrafos conseguem fazer um nu frontal ser elegante. Roversi consegue. Os nus apresentados na Camera Work têm aquele aspecto diabólico e misterioso que se tornou a marca registrada do italiano ao longo dos anos. O retrato de Kate Moss é o mais vendido até agora: 7 cópias de 17, custando 6.900 Euros cada.

- “Faceless Bullets”, de Anna Kahn na loja Andreas Murkudis
Anna é uma fotógrafa brasileira e apresenta nesta exposição fotografias de lugares vazios que encontrou em sua cidade natal, Rio de Janeiro. Cada imagem revela o lugar onde alguém morreu, vítima de bala perdida. Anna explicou ao site The Gentleman que a série é sobre “uma cidade que pode ser o paraíso ao mesmo tempo em que pode ser o inferno”. É um trabalho muito interessante e comovente, sem ser emocional, e longe da obviedade de como a violência é muitas vezes abordada na fotografia. Diria que suas imagens são “anti-cartões-postais do Rio”, onde uma verdade inconveniente é contada.

- “Helmut Newton Polaroids” no museu Helmut Newton Foundation
Uma grande oportunidade para ver as polaróides de um dos mestres da fotografia de moda – especialmente quando se trata da relação entre sexo e roupas. As polaróides, importante esclarecer, eram muitas vezes usadas no passado como um teste de prova para os fotógrafos verificarem a luz e a composição durante seus ensaios – um processo que desapareceu com a introdução da fotografia digital. A exposição é uma oportunidade maravilhosa para perceber como ele chegou ao resultado da foto perfeita – incluindo todos os pequenos erros técnicos que acabam nos envolvendo.

- “Gundula Schulze Eldowy, The Early Years” no museu C/O Berlin
Uma mostra estranhamente bela e às vezes contundente. Gundula é uma fotógrafa que viveu na antiga Berlim Oriental. Seu trabalho é um documentário de uma cidade que não existe mais, com seus personagens miseráveis por ruas fantasmagóricas. Durante a abertura da exposição, Gundula, que agora vive no Peru, disse à platéia: “Berlim fez de mim uma fotógrafa”. Sua dedicação ao ofício agora é compartilhada com os berlinenses e sua exposição celebrada com louvor no espaço incrível do museu C/O Berlin.

- “Ron Galella, Paparazzo Extraordinaire” no museu C/O Berlin
O paparazzo americano que revoltou e encantou o mundo está na cidade. Não para fotografar as celebridades – uma vez que aqui elas são tratadas como qualquer outro ser humano. Galella está presente com uma retrospectiva apresentando as melhores imagens do seu acervo. Espere ver celebridades reais como Mick Jagger, Marlon Brando e Sean Penn “à beira de um ataque de nervos”. Dedique atenção especial a maneira como as fotos foram impressas (todas manualmente por Galella no laboratório que ele mantém em sua casa).

 

 

Foto: Hermano Silva © Berlim 2012

 

  • http://myfashionslashlife.wordpress.com Lady B

    How did you guess that this is the EXACT list I’ve been looking for. Great selection and I shall tackle each one, one by one starting with Ron Galella!